Ingressos online Alterar cidade
  • logo Facebook
  • logo Twitter

cadastre-se e receba nossa newsletter

  • Estreia

    I MOSTRA VIVE LE CINEMA FRANCÊS

    Quinta (06.12) M19h / COM TODA MINHA FORÇA 21h

    Sexta (07.12) PRIMÁRIO – 19h / CIUMENTA – 21h

    Sábado (08.12) BÁRBARA – 19h / ME TIRE UMA DÚVIDA – 21h

    Domingo (09.12) PROCURE A MULHER – 19h / O PEQUENO FAZENDEIRO – 21h

    Segunda (10.12) CORPORATE – 19h / UMA VIDA VIOLENTA – 21h

    Terça (11.12) AOS 14 – 19h / BÁRBARA – 21h

    Quarta (12.12) CIUMENTA – 19h / M – 21h

    Sinopse

    Três boas razões para assistir:

    PROCURE A MULHER (França 2017). De Sou Abadi. Com Félix Moati, Camélia Jordana, William Lebghil. Comédia em cores/88′. Classificação: 16 Anos.
    Sinopse: Armand, o filho estudioso de imigrantes iranianos que é completamente envolvido por Leila, uma menina árabe que se matriculou com Armand na prestigiosa universidade Sciences Po de Paris. Os dois estão determinados a passar alguns meses em Nova York nas Nações Unidas, mas esses planos rapidamente se desenrolam quando o irmão de Leila, Mahmoud, retorna de uma longa viagem ao Oriente Médio como um islamista cheio de barba e um desejo de sufocar os ‘profanos’ costumes ocidentais de sua irmã.

    ME TIRE UMA DÚVIDA (França 2016). De Carine Tardieu. Com Cécile de France, François Damien, Guy Marchand. Comédia dramatica em cores/100′. Classificação: 10 anos.
    Sinopse: Aos 45 anos, o viúvo Erwan (François Damiens) descobre acidentalmente que o homem que o criou não é o seu pai verdadeiro. Ele inicia uma busca para descobrir quem é o seu pai biológico e logo localiza Joseph, um homem na casa dos 70 que sua mãe conhecia brevemente. Erwan se encanta não apenas pelo charme de Joseph, mas pela impetuosa Anna (Cécile de France), que possui laços com ambos. Os conflitos familiares se agravam quando Juliette, a filha de Erwan que está grávida, se recusa a colocar nomear quem é o pai da criança.

    CIUMENTA (França 2017). De David Foenkinos. Com Anne Dorval, Dara Tombroff, Karin Viard. Comédia em cores/97′. Classificação: Livre.
    Sinopse: Nada acontece na vida de Nathalie Pêcheux (Karine Viard), uma professora de letras divorciada. Até que ela começa a sentir ciúmes de todos a sua volta. Desde a sua filha de 18 anos, Mathilde (Dara Tombroff), uma dançarina clássica com futuro promissor, até seus vizinhos e também Mélanie (Anaïs Demoustier), sua nova colega de trabalho.

    PRIMÁRIO (França 2016). De Hélène Angel. Com Patrick d’Assumçao, Sara Forestier, Vincent Elbaz. Drama em cores/105′. Classificação: Livre.

    Sinopse: A Professora Florence (Sara Forestier) é uma profissional dedicada aos seus alunos. Quando ela conhece o pequeno Sacha, uma criança com vários problemas, ela faz o possível para ajudá-lo, mesmo que isso atrapalhe na sua vida de mãe, mulher e até questione sua vocação. Gradualmente ela percebe que não há idade para aprender.

    M (França 2016). De Sara Forestier. Com Jean-Pierre Léaud, Redouanne Harjane, Sara Forestier. Drama em cores/100′. Classificação: Livre.

    Sinopse: Mo é bonito, carismático, e tem o gosto por adrenalina. Ele corre clandestinamente. Quando ele conhece Lila, jovem e tímida, ele se apaixona no mesmo instante. Ele se agarra fortemente à ela, mas Lila não é capaz de imaginar que Mo carrega um segredo: ele não consegue ler.

    UMA VIDA VIOLENTA (França 2017). De Thierry de Peretti. Com Cédric Appieto, Henri-Noël Tabary, Jean Michelangeli. Drama em cores/113′. Classificação: 12 anos.
    Sinopse: Apesar da ameaça de morte pairar sobre sua cabeça, Stéphane decide voltar para a Córsega para assistir ao funeral de um amigo de infância que foi assassinado no dia anterior. Esta é uma oportunidade para ele se lembrar dos eventos que o viram passar de pequeno burguês delinquente da Bastia ao radicalismo político e à clandestinidade.

    O PEQUENO FAZENDEIRO (França 2017). De Hubert Charuel. Com Bouli Lanners, Sara Giraudeau, Swann Arlaud. Drama policial em /90′. Classificação: 12 anos.
    Sinopse: A vida de Pierre (Swann Arlaud) gira em torno de sua fazenda. Produtor de leite e acostumado a viver cercado pela natureza, o jovem vê sua vida mudar completamente quando uma epidemia assola a França, deixando seus animais infectados. Agora ele precisa enfrentar todos os obstáculos para manter seus animais vivos.

    BARBARA (França 2017) De Mathieu Amalric. Com Jeanne Balibar, Mathieu Amalric, Vincent Peirani. Drama em cores/97′. Classificação: Livre.

    Sinopse: Uma atriz, Brigitte, irá interpretar num filme a icônica cantora Barbara. Brigitte trabalha a personagem de Barbara: a sua voz, as músicas e as canções, a imitação dos gestos, as falas. As coisas prosseguem. A personagem vai crescendo dentro dela. Começa mesmo a invadi-la. Yves, o realizador, também vai trabalhando – através de encontros, imagens de arquivo e a música. Parece inspirado por ela… Mas por quem? Pela atriz ou por Barbara?

    CORPORATE (França 2017). De Nicolas Silhol. Com Céline Sallette, Lambert Wilson, Violaine Fumeau. Drama em cores/95′. Classificação: 16 anos.Sinopse: Emilie Tesson-Hansen, jovem e brilhante do quadro de recursos humanos de um grupo agroalimentício, é atingida pelo suicídio de um funcionário. Ela deve lidar com os colegas traumatizados, a negação brutal de sua liderança, e também com Marie Borrel, inspetora do trabalho que inicia uma investigação.

    COM TODA MINHA FORÇA (França, 2017). De Chad Chenouga. Com Khaled Alouach, Laurent Xu, Yolande Moreau. Comédia dramatica em /98′. Classificação: 14 anos.

    Sinopse: Nassim é o melhor aluno em uma grande escola secundária de Paris, e parece tão despreocupado quanto seus amigos. As pessoas não duvidam de que na verdade, ele acaba de perder sua mãe e retorna todas as noites a uma casa. Apesar da benevolência do diretor, ele se recusa a ser assimilado aos jovens desse centro. Como se em uma corda bamba, Nassim navega entre suas duas vidas, que não devem nunca se encontrar.

    AOS 14 (França 2015). De Hélène Zimmer. Com Athalia Routier, Galatéa Bellugi, Najaa Bensaid. Drama em cores/86′. Classificação: Livre.
    Sinopse: Entre a euforia, a rivalidade e a sedução, três jovens navegam pelas primeiras provações de amizade, sexo, festas, intimidação e humilhação. Sarah é uma provocadora, que trilha despreocupadamente seu caminho pela escola e pela vida. Louise toma as rédeas de sua própria vida quando se rebela contra sua mãe e deixa a casa da família. Jade está deprimida desde que brigou com Sarah e Louise durante o inverno. Juntas, elas enfrentarão os tormentos da adolescência para, enfim, encontrarem o seu lugar no mundo. Um olhar sem censura sobre a vida de três meninas aos 14 anos.